terça-feira, outubro 02, 2007

Desculpem.

Sou o único a pensar assim, parece-me. Mas de facto não alinho com o coro politicamente correcto á volta da cena de Santana Lopes na Sic Noticías. Achei uma birra, de um oportunismo fácil, porque se segue a um directo frustrado (mas não se sabia que ia ser assim quando a emissão passou para o aeroporto).
Para mim, sim era noticía a chegada do Mourinho à Portela e estava a acontecer. Um canal de noticías é isso também. O comentário de Santana sobre as eleições no PSD, que iam realizar-se só daí a uns dias, podia esperar uns minutos, sim.
Acho o coro do politicamente correcto interessante, e até percebo a tentação fácil de elogiar Santana Lopes, sobretudo por quem sempre lhe jurou desprezo e dedicou escárnio, mas não partilho esse aplauso.
Achei infantil a reacção de Santana Lopes, e a saída abrupta dele do estúdio só me fez sorrir.
O país está doido, foi o que pensei também.

47 Comments:

At 8:50 da manhã, Blogger SoNosCredita said...

por um lado, acho q ele estava no seu direito.
por outro, tb concordo c a precipitação. s futebol ñ é importante, eleições d um partido... tb podem esperar.
ñ sei, digo eu.

 
At 9:20 da manhã, Blogger .ngm said...

se achas que o país está louco... e se eu te dissesse que o Schwarz (sim, esse mesmo, o primeiro que te vem à cabeça qd pensas no nome Schwarz) anda com uma ex-actriz dos Morangos com Açucar?? Uma miúda com uns 19 ou 20 anos?? Granda nível, hã?!?!? :D

 
At 9:22 da manhã, Blogger dyktus said...

Concordo, foi simplesmente uma birra. Poderia ter não gostado, mas no fim da entrevista demonstrava ao director de informação da sic a sua opinião, não fazia em directo a birra infantil que já todos vimos. Não retirando culpa à sic, pois poderia ter avisado o Sr. Santana (antes da entrevista)que a qualquer momento poderia ser interrompido.

plicas.blogspot.com

 
At 9:40 da manhã, Blogger Von said...

Concordar que o comportamento de Santana Lopes não é mais que uma birra, assumir que a chegada de um treinador de futebol em gozo de férias é notícia primordial, admitir que um comentário (bom ou mau, não é isso que está em causa) acerca do estado político e partidário de um país é menos importante que um mero episódio de cariz socialite, mesmo que protagonizado por alguém relevante no mundo desportivo, então a agenda de prioridades notíciosa é uma graçola e uma patetice. Se se tratasse de algum outro político relevante (Mário Soares, Rebelo de Sousa ou até Francisco Louçã), duvido sériamente que o episódio da interrupção fosse permitido. E se mesmo assim fosse repetido, e o respectivo político agisse de igual forma, a generalidade da opinião pública estaria a aplaudir furiosamente. Não sou do PSD, não tenho qualquer ligação ou simpatia por Santana Lopes, mas bater constantemente no mesmo ceguinho, já chateia.

Um abraço

Von

 
At 9:42 da manhã, Blogger emvooplanado said...

Eu gosto de futebol (muito), mas acho que se está a dar muita importância a este jogo, ( sim eu vejo o Futebol como um jogo, só e simples. È lamentavel que num País em que há tanta coisa a funcionar mal as TVS abram os seus espaços noticiários, sempre, sempre,sempre com Futebol. È demais. Quanto á atitude do PSL era de esperar que se lhe dessem tempo de antena ele iria aproveitar da melhor maneira...como diz o ditado: "Deram-lhe o pau e as costas".

 
At 9:42 da manhã, Blogger jbs said...

Acho que tudo tem a ver com a importância que se dá a cada uma das situações. Para mim, a chegada do Mourinho a Portugal não era notícia, pelo menos notícia de directo, com direito a interrupção de qualquer outra. Mas isso sou eu, que não me esqueço que os campeonatos "ganhos" pelo Mourinho cá no burgo são aqueles que já se provou (pelas escutas, corroboradas por testemunhos vários) que os árbitros eram pagos em fruta e chocolatinhos. Por isso não consigo endeusar esse senhor como alguns fazem.

 
At 9:58 da manhã, Blogger Tu(g)areg Porteño said...

Oh Pedro... em primeiro lugar, esta histeria em torno do Mourinho está a ultrapassar as barreiras do aceitável. Adoro o Mourinho, estou-lhe eternamente grato por me ter permitido assistir às vitórias do meu clube a que assisti (ainda era muito pequenino em 87) mas há limites. Se a chegada a um aeroporto é motivo para parar o país, então porque não se fez o mesmo com a chegada da equipa de Rugby? Desses não vi uma única imagem na televisão. Não quer dizer que não tenha passado. Quer dizer que não passou mil vezes.

Por outro lado, se tens um convidado, seja qual for a sua importância e a importância do assunto debatido, é falta de decoro e de nível interromper abruptamente o convidado que no momento até está a meio de um raciocínio... para dar uma não notícia. E a reacção da jornalista ("Podemos discutir isto, se quiser." bla bla bla) ainda foi mais ridícula.
Detesto o PSL (a maneira como o Público lhe deu um sobe foi genial) mas acho que teve toda a razão. Claro que soube usar aquilo em proveito próprio e isso é a vertente populista dele a actuar. Mas que teve razão teve.

 
At 9:59 da manhã, Blogger FM said...

Pedro, discordo. Ok, admito que Santana possa ter empolado, ele que sempre estive ligado ao mundo da bola, e nunca se incomodou com isso. No entanto, a indignação tem razão de ser. O que aconteceu com Santana naquela noite aconteceria, certamente, com qualquer outro convidado. Qual a razão de acompanhar em directo as primeiras declarações à chegada a Portugal de Mourinho? Será que ele iria anunciar em 1ª mão o novo clube? Não. Será que iria revelar por que saiu do Chelsea? Também não. Logo, a chegada de Mourinho poderia, perfeitamente, ficar como notícia de rodapé.
Aplaudo a atitude de Santana, porque de vez em quando é bom fazer as pessoas descerem à realidade sobre a importância excessiva que estão a dar ao futebol (e eu adoro futebol). Não passaram muitos anos do dia em que Sampaio dissolveu a AR, e a abertura dos telejornais foi feita sobre a demissão de Toni.

 
At 10:12 da manhã, Blogger Suspeita said...

Discordo. Acho que não foi birra. Foi mesmo saturação desta palhaçada que são os canais de televisão portugueses. A SIC Notícias deveria primar pela diferença e não o fez...

 
At 10:54 da manhã, Blogger Gione said...

Desculpe lá Pedro, mas o Sr. Dr. Santana Lopes não estava a ser entrevistado precisamente por causa das tais eleições? E não foi a Sic Notícias que achou que era aquela a altura ideal para o entrevistar?

Também já deviam saber que este Sr. tem muito jeito para o Teatro e aproveita TODAS as oportunidades que lhe são dadas, principalmente se elas são gratuitas!

É assim que, com esta oportunidade, pôs imensa gente a "ir à bola" com ele e marcou golos!

Mas não, o Pedro não é o único (:)), o meu soul brada, que o Pedro tão bem conhece, também concorda consigo e comentou isso lá no meu blog;

 
At 10:54 da manhã, Blogger Paula,Tomás e Salvador said...

ATÉ QUE ENFIM! ALGUÉM COM A MESMA OPINIÃO QUE EU!!!!

 
At 11:08 da manhã, Blogger Cristina said...

Mas é possível explicarem-me por que é que a chegada do Mourinho é notícia? Há muitos desempregados que foram figuras importantes em empresas que chegam à Portela e não vejo lá as câmaras de televisão.

 
At 11:20 da manhã, Blogger fogacho said...

esperai pelo Menezes e pla dupla maravilha, para gáudio do Inimogo Público. Matéria não vai faltar :-)

 
At 11:45 da manhã, Blogger polegar said...

pois, concordo com a maioria das opiniões aqui apresentadas: se não tenho grande estômago para o Santana e para o PSD, menos estômago tenho para o protagonismo que o futebol tem nas nossas televisões, especialmente no que toca a abrir e ocupar voluptuosamente espaços de informação.

eu não gosto de futebol, pelo menos não do que ocorre fora dos relvados: mudo de canal de cada vez que vêm com a unha partida de cada jogador, as peixeiradas dos dirigentes, os bailados das faltas, as birras com os árbitros, as férias e os passeios dos meninos, as namoradas televisivas, as multas por excesso de álcool e os ridículos directos das bilheteiras às 9 da manhã, feitos com um fervor tal que parece que os canais recebem percentagem das vendas. sinceramente devo ser das poucas, mas pronto. são uns podres de ricos, mimados, burros que nem portas na maior parte das vezes, com demasiado protagonismo. eles só jogam à bola. e recebem por isso valores que davam para acabar com a fome num país pequeno... mas as pessoas gostam, não haja dúvida. e sim, deve dar-se tempo de antena de acordo com o interesse. mas também se deve formar as pessoas para começarem a interessar-se por outras coisas. que são bem mais importantes para as suas vidas, na maioria dos casos. cansa-me a abstenção em dias de bola, em dias de praia, em dias de chuva. cansa-me ver gente que não sabe falar, não sabe escrever. cansa-me a falta de formação de quem me atende no café. cansa-me todos se queixarem mas só se mexerem para ir ao estádio ver a bola. cansam-me as salas de espectáculos vazias... mas, como digo, é uma opinião pessoal e estou a desviar-me do que está em causa.

se formos a ver bem, o Santana não fez mais do que dar tempo de antena ao que, aparentemente, realmente (e tristemente) interessa ao nosso zé povinho: a telenovela.

acho que é preciso tê-los no sítio para perder mais esta oportunidade de falar de si próprio: estamos a falar do Santana, esse grande umbigo de gente.

se eu importasse alguma coisa e estivesse naquela situação, provavelmente faria o mesmo.

convenhamos, parar uma entrevista para fazer um directo sobre as férias de seja quem for, é falta de chá...
imagina que era ao contrário: o Mourinho estava a ser entrevistado e interrompiam para fazer um directo do aeroporto sobre a chegada de Santana das Maldivas com a sua nova Santanette... se calhar a coisa não te caía bem a ti.

pode até ter sido birra. mas como já aqui disseram, foi bem fundamentada. olha logo com quem se foram meter... eles puseram-se a jeito...

já é altura de se pôr o futebol no seu devido lugar. trata-se simplesmente de abordar todos os temas com os mesmos critérios, a mesma ética jornalística. uma coisa é informar acerca de jogos e fazer algumas entrevistas acerca de temas relevantes, outra são as férias (estupidamente ricas) do Nosso Senhor da Bola.

 
At 11:45 da manhã, Blogger Joaquim Varela said...

Pessoalmente não tenho essa visão. Goste-se ou não do estilo (eu, por exemplo não gosto), Santana Lopes já foi 1º ministro de Portugal e ao que me pareceu, foi convidado para tecer comentários sobre as eleições que estavam quase a decorrer (não eram dali a uns dias), no maior partido da oposição.

Interromper a entrevista para dar um "não-acontecimento", que foi basicamente aquilo que foi a chegada de um treinador de futebol ao seu país após ter sido despedido, parece-me francamente parvo e despropositado. Por muito que o senhor já tenha atingido, na sua carreira, assim como todo o mediatismo que há à sua volta, parece-me que os assuntos internos do maior partido da oposição, são claramente mais importantes que o futebol, mas às vezes não parece assim. Pela parte que me toca, gostei de ver, mesmo que à posteriori.

O que Santana Lopes fez, foi aquilo que eu acredito que muitos e muitos tenham vontade de fazer noutras ocasiões, mas não têm um valente par de testículos para o assumir. E é acima de tudo de enaltecer, o tom cordato e educado com que o fez, que é coisa que não sei se conseguiria. Os jornalistas e os critérios noticiosos hoje em dia, deixam muito a desejar e este é somente mais um exemplo. Alguém foi dar em directo a chegada dos nossos atletas ao Aeroporto dos recentes mundiais de Atletismo? E a chegada dos Lobos? E a chegada da nossa recente Campeã Mundial de Triatlo? Se Mourinho tivesse conquistado algo que não a fortuna que recebeu, ainda se compreendia, agora chegar ao aeroporto para vir para casa com malas e tal? Pelamordedeus!!

PS: Não gosto do estilo Mourinho, desejo-lhe todo o mal na sua vida profissional, sou o mais recente adepto do Chelsea (cheira-me a grandes frustrações no futuro próximo), mas acho que consigo fazer um raciocínio minimamente razoável sobre o assunto.

 
At 11:47 da manhã, Blogger Luísa said...

Completamente de acordo! Esta foi só mais uma oportunidade para o senhor se vitimizar, nada mais! Quis dar uma de seriedade, de dignidade, de rectidão e até de competência. Tudo aquilo que não demonstrou enquanto foi presidente da câmara de lisboa e depois enquanto foi primeiro ministro.
Abraço,
Luísa

 
At 12:13 da tarde, Blogger IC said...

PR eu é que peço desculpa pois a minha opinião é contrária; não pelo politicamente correcto mas porque é demais o futebolês do país, e pergunto mesmo para quem gosta de futebol o que é que interessa a chegada do Mourinho ao aeroporto? Aquilo é a SIC noticias ou a Sportv? aquilo era uma não noticia a única coisa é que era alguém ligado ao futebol. eu estou a borrifar-me para o politicamente correcto mas que achei que o PSL teve razão teve. enfim , mas é só mais uma opinião igual a tantas outras.

 
At 12:15 da tarde, Blogger AnaBond said...

não sei se é verdade, mas acho que houve da parte do entrevistador um pré-aviso que aquilo poderia acontecer.

não sou adepta do mourinho.
não sou adepta - NADA! - do santana lopes.

acho que foi birra sim.
e acho que foi péssimo da parte dos jornalistas.

acho mesmo que o país está doido ;)

 
At 12:31 da tarde, Blogger Sara said...

Concordo. Ele não é o guerreiro menino? Então fez birra porque lhe tiraram o chupa-chupa da mão.
E acho muito mal terem interrompido a chegada do Mourinho para ouvir falar o PSL.

 
At 12:37 da tarde, Blogger Álex said...

ok, Mourinho volta a Portugal,é noticia, mas não mais do que isso; é preciso lá estarem os reporters para filmar: nada!? O homem já não vai poder dar um passo sem ter sempre jornalistas atrás.
Claro que as eleições do PSD eram só daqui a 2 dias, mas não se interropme um convidado em directo por causa de uma chegada a um aeroporto, a não ser que tivessem "apanhado" o presidente do Irão a chegar de incóginto ou coisa do estilo!!!
A única actitude correcta, no meu entender era terem-no avisado que tal poderia acontecer.
mas isto é pouca coisa para tanta conversa

 
At 12:44 da tarde, Blogger incognito said...

so prova q és mm um imbecil. a chegada de um treinador é mais importante q a vida do país??? (nem costumo comentar, mas desta vez achei imperativo).

É por causa de gente cm tu, q n têm talento, mas acham q sim, q este país está cm está.

aquele abr

 
At 12:55 da tarde, Blogger P said...

Sobre comentários a la incógnito:
http://jonasnuts.blogs.sapo.pt/112493.html

Mas obrigadoa todos, foi uma bela troca de ideias, pelo menos aquelas que trazem assinatura.

 
At 1:05 da tarde, Blogger incognito said...

:-)

bom, bom... muito bom.

a propósito... incognito é o nick...

um abraço

 
At 1:07 da tarde, Blogger incognito said...

se quiseres posso assinar manél, zé, antónio, pedro... qual a diferença? ao menos assim sp podes ver o q tenho feito.

 
At 1:43 da tarde, Blogger Mary said...

Se a chegada do Mourinho à portela é notícia que mereça um directo, depois das televisões terem estado todo o tempo a fazer directos para Inglaterra e depois de todas as pessoas já estarem informadas sobre a vidinha toda de Mourinho, também posso dizer que o mundo está doido.
Notícia é o Mourinho sair do Chelsea, o resto é pura porcaria de televisão.

 
At 1:55 da tarde, Blogger Cláudia, a mamã da Daniela said...

concordo plenamente!

 
At 2:13 da tarde, Blogger Sandra said...

concordo!

 
At 2:22 da tarde, Blogger Fred said...

Pedro eu percebo o teu gosto pelo futebol, eu também adoro, agora, a chegada de Mourinho a Lisboa ser notícia para directo???? Mas será que alguém acreditaria que ele iria dizer algo que já não tivesse dito? Sinceramente começo a achar os nossos jornalistas um pouco naif se acreditavam que por ter chegado a "casa" o homem iria revelar a bomba noticiosa para os jornalistas portugueses. Nao será que por sermos tão pequeninos (não sei se tu acreditas que o somos) mas é por isso que a simples chegada do homem a Portugal leva o batalhão de jornalistas á Portela, rapazes só chegou o José Mourinho treinador de futebol, nao foi o Salvador ou será que o Homem é o Salvador da nossa pequenez? Já agora acho que o PSL teve a atitude correcta, o problema é que ninguém na Sic acharia que ele tivesse a coragem de o fazer, mas o Homem desta vez PSL tem sempre uma na manga e desta vez o Às foi muito bem lançado.

 
At 2:27 da tarde, Blogger Tiago Pinto said...

Grande Pedro!

É muito fácil deixar-nos levar pelo consenso e dizer que até o Santana Lopes pode ter razão uma vez na vida ,e pode, mas não desta vez...

Foi ele quem adiou a entrevista por hora e meia para poder ver a bola;

A ida até ao aeroporto acabou por ser uma não noticia mas como diz ricardo costa: o mourinho (que tinha previsto não falar aos jornalistas)podia ter dito que ia para o Milão;

em todos os espaços informativos se faz isso (aqui é outra questão, se está bem ou mal)e não o vejo como uma falta de respeito;

e depois, honestamente, custa-me a dar mais credibilidade às lutas internas do PSD (que mostraram o que de pior tem a politica portuguesa) do que a um treinador que colocou o primeiro ministro britânico a lamentar a sua saída...

abraço

http://www.footballdependent.blogspot.com

 
At 2:27 da tarde, Blogger Fred said...

Só mais uma achega Pedro, Mourinho disse que só iria ver jogos do Vitoria, e só por isso no passado jogo em Setúbal, bateram-se o record de jornalistas no dito jogo, pois todos estavam a olhar para as bancadas mais interessados em ver se o Homem estava lá do que olhar para o terreno de jogo. Se isto não é ser pequenino então não sei o que será. Abraços e amanha la estamos para mais um dia Glorioso!!
PS: O Homem não foi lá.

 
At 2:33 da tarde, Blogger PEDRO said...

Na minha opinião não posso concordar com o Pedro, que como já vários disseram, trata-se mesmo de uma não notícia. A sério, qual é o interesse para a generalidade da população que o Mourinho aterrou na Portela vindo gozar uma pequenas férias até arranjar novo clube? É uma notícia sem sumo. E dessas já estamos um pouco fartos...Penso que opinar sobre uma eleição dentro do PSD e que provavelmente se esteja a falar de um possível 1º Ministro, tem mais interesse para o país!
Apesar de tb não simpatizar muito com o Santana (o qual foi meu "presidente" enquanto esteve na CML)e de não gostar do estilo santanista, acho que teve muita coragem em ter abandonado a entrevista. De salientar que também foi educado e correcto da maneira como encerrou a conversa com a jornalista.

Um abraço.

Pedro Reis

 
At 2:42 da tarde, Blogger Paula said...

Como a Paula,Tomás e Salvador diz:
ATÉ QUE ENFIM! ALGUÉM COM A MESMA OPINIÃO QUE EU!!!!

Foi exactamente o que pensei qdo li o teu post.
Também achei aquilo uma birra!
E quando falei no assunto nos comentários do video no YOU TUBE, fui apedrejada.
De resto, o tal sítio tá cheinho de palmadinhas nas costas.
Quando ele esteve no governo não davam as tais palmadinhas nas costas,curioso...
E quando dizem"Ah e tal,mas o Mourinho é mais importante que o País?!"
Não, não é.
Mas o País também não se chama PSL...ou passou-se a chamar?

 
At 2:55 da tarde, Blogger blimunda sete luas said...

Acho que o Santa Lopes teve uma atitude digna. Também fiquei muito surpreendida que uma atitude daquelas viesse de quem veio, mas continuo a pensar que se é verdade que ele continua a ser quem é, com todos os disparates que lhe são conhecidos, desta vez, naquele momento, ele teve uma atitude muito correcta, a meu ver.

A comunicação social não pode poder tudo. E aquilo foi realmente uma falta de respeito, não a ele, Santana Lopes, mas ao que se entende como as questões verdadeiramente importantes para o País.

 
At 3:25 da tarde, Blogger besouro said...

Pedro, concordo plenamente contigo. Aliás também eu referi isso no meu blogue.
O Dr. Santana Lopes foi, durante muitos anos, comentador profissional das televisões. Viveu disso e deu-se ao luxo de dizer que ganhava mais dinheiro com isso do que a fazer carreira política.
Mais, o Dr. Santana Lopes é, provavelmente, o político que melhor lida com os media em termos de obter proveitos políticos e pessoais para a sua imagem.
Acontece que, desta vez, foi substituído, relegado para segundo plano, por outro homem com as mesmas características que as suas, que explora como ninguém o tempo de antena que lhe dão e lida com os media com grande mestria.
Aqui está o choque. Daí a birra.
Só que o Dr. Santana Lopes esquece-se que já utilizou o mesmo futebol para se promover - foi presidente do Sporting - aliás o Dr. Santana Lopes utiliza tudo o que lhe dá jeito para se promover.
Ainda me está na memória a célebre canção do menino guerreiro. O menino guerreiro afinal é um menino birrento.
Por outro lado o país apoia o Dr. Santana Lopes em histeria e em uníssono porque se trata de atacar um português que projectou o nome de Portugal a grande altura em Inglaterra e que regressa ao seu país. Portugal deve mostrar ao mundo e principalmente aos ingleses como recebe os seus. A imprensa tem que estar lá toda. Principalmente aquela imprensa que esteve meses acampada na Praia da Luz a venerar um casal de ingleses que perdeu a filha e que decidiu, mais uma vez, como é hábito nas gentes de sua Majestade, atacar o país do terceiro mundo que é Portugal.
Se Mourinho tem dezenas de jornalistas à sua espera no regresso a Portugal merece-o. Que é um acontecimento mediático. É. Eu não me esqueço de o ver festejar o título de campeão inglês, depois de um ano de ataque de toda a Inglaterra, com um cachecol de Portugal ao pescoço. Quantos o fizeram antes?
Tenha vergonha Dr. Santana Lopes. Levante-se a aplauda alguém que dignificou o país como o senhor nunca conseguiu fazer.
Provavelmente se lhe têm interrompido o discurso para dar a partida ou a chega dos pais da Maddie não teria reagido assim.
Mas pronto, o Mourinho é português e este país tem a tradição de não reconhecer o mérito de quem com trabalho e sem cargos públicos nem clientelismos consegue ter sucesso.

 
At 3:52 da tarde, Blogger João Paulo Cardoso said...

Ó Pedro, desculpa lá, mas desde quando a chegada a Portugal de um treinador português, que está desempregado e que não vem treinar nenhum clube, é motivo para UM DIRECTO EM NOTICIÁRIO DE HORÁRIO NOBRE?

O que é que virá a seguir?

- Mourinho foi ao supermercado e comprou pão, legumes e papel higiénico?

- Mourinho engasgou-se com um pedaço de choco frito e depois bebeu cinco goles de água?

- Mourinho baixou-se para atar o sapato quando passeava o cão?

Posto isto, o outro tótó também se põs a jeito das críticas, com aquelas birras a que já nos habituou.

Pode ser que a SIC, da próxima vez, interrompa uma entrevista de Mourinho para transmitir, em directo, Pedro Santana Lopes a lavar os dentes...

http://oeldorado.blogspot.com

 
At 4:24 da tarde, Blogger Pedro said...

Desta vez não concordo ctg.
A chegada de Mourinho não é nem pode ser noticia.Q releVância tem a chegada de Mourinho ao aeroporto? Q podia acontecer naquele momento?

No dia a seguir ir entrevistar o Mourinho tudo bem, na boa. Agora interromper uma entrevista por causa da chegada de Mourinho?

Pq Pedro? Pq?

 
At 4:27 da tarde, Blogger biohazard said...

Costumo concordar com os teus posts mas desta vez não podia estar mais em desacordo.
O Mourinho é um grande português que eu muito admiro mas, a atitude não me pareceu correcta pois de certeza não iam interromper uma entrevista ao Mourinho se o Santana chegasse ao aeroporto. Nem me parece que uma chegada, ainda por cima só está de regresso a casa, seja algo de tão extraordinário.
Se calhar também foi boa ideia, no dia em que o Jorge Sampaio comunicou que se ia recandidatar à presidância da República, o jornal da tvi ter aberto com a noticia do pontapé do marco à sónia.
Não costumo comentar mas este pareceu-me importante. Os teus fãs também merecem desabafar.
Grande abraço

 
At 4:34 da tarde, Blogger P said...

Só uma achega...comparar este caso com o de Sampaio parece-me precipitado. Acho que não tem nada a ver.
Mas obrigado a todos pelas opiniões. Respeito todas, e já prevendo chumbo grosso reparem no titulo do post... :-)

 
At 5:00 da tarde, Blogger Nuno said...

Em primeiro lugar o Blog é teu e é óbvio que escreves o que queres e como queres. Em segundo o PSL foi interrompido por uma não noticia. Em terceiro e dando outro exemplo: no domingo a RTP e a SIC abriram os seus noticiários da tarde com as cheias em Sacavém que lesaram muita gente, a TVI com o Benfica-Sporting do dia anterior. Será que a TVI é que esteve bem? não me parece...

 
At 5:05 da tarde, Blogger Lisa said...

Não podia estar mais de acordo com o post do Pedro. Ainda para mais, o Sr. Santana Lopes tinha sido, previamente, avisado que poderia ser interrompido por causa de um directo... e mais... o próprio adiou os seus comentários para acabar de ver o jogo do Sporting para a Taça da Liga. O país de facto anda doido em dar tempo de antena aquele que "já se retirou da vida politica" há uma data de tempo! Alguém ainda se lembra disso...

 
At 1:31 da manhã, Blogger bitter_sweet said...

Os negócios das tv´s e a guerra das audiências, o querer ser melhor e estra em todas dá nesses pequenos qui-pro-quos.
Quando assumiram uma entrevista com o político não previam já a chegada do homem da bola? Não daria para mudar para outra hora, outro dia ou nem fazer o directo do aeroporto?
Fado, futebol e Fátima, é verdade. Tudo distrações bem mais importantes que a política que rege o país. Bah!
Prioridades...

 
At 1:54 da manhã, Blogger Pedro Fonseca said...

Uma coisa é futebol outra é a chegada de um treinador de futebol a um aeroporto!
Além disso uma coisa é um directo no meio de um telejornal, outra coisa é um directo, interrompendo uma entrevista, seja com quem for.

 
At 2:21 da tarde, Blogger Jedi Master Atomic said...

Eu acho que ele fez bem.
Desde quando a CHEGADA de um treinador de futebol é noticia em directo???

Mesmo que ele tivesse falado para a TV eles, como jornalistas, ja deveriam saber que ele não iria dizer grande coisa....

Acho que foi falta de bom senso a da SIC noticias.

 
At 2:26 da tarde, Blogger Ice-device said...

Tretas. Apesar de não ser grande fã do Santana Lopes ele fez muito bem. No fundo colocou em perspectiva a importância que o futebol tem em relação à discussão do país. Detesto o Louçã mas se fosse ele a fazer teria a mesma opinião. A chegada do Mourinho é uma Não-Notícia de quem procura explorar pequenas novelas até ao tutano. No final a Sic Notícias perdeu em toda a linha e é bem feito.

 
At 4:58 da tarde, Blogger Mãe Gabi said...

Uma birra de SR-mimado-e-frustrado!

 
At 3:58 da manhã, Blogger Peter said...

E as extremamente interessantes imagens do senhor Mourinho a sair do Aeroporto não podiam esperar pelo menos que o convidado do programa acabasse o que estava a dizer para fazerem o interessantíssimo directo antes de fazerem a próxima pergunta? Já nem sequer discuto o ridículo que é uma coisa destas ser considerada notícia com direito a directo, mas bolas, pelo menos podia esperar 1 ou 2 minutos.
É uma enorme falta de respeito interromper um convidado do programa, qualquer que ele seja, por uma notícia que não seja absolutamente essencial que seja dada naquele momento (o que claramente não era o caso). Eu certamente teria feito o mesmo, mesmo sabendo que me sujeitaria ao ridículo de haver pessoas a chamar birra a não admitir faltas de respeito. E mesmo assim, foi preciso nível para ainda conseguir fazer a coisa de forma educada e respeitar a entrevistadora que não teve culpa nenhuma.
Já todos sabemos que és o fã nº1 do Mourinho, e que não perdes uma oportunidade de o mostrar, mas há que ter noção da realidade.
E isto não se trata de ser politicamente correcto, é uma questão de pensar um bocadinho. Até me surpreendeu pela positiva haver tanta gente a conseguir ver as coisas como elas são, tratando-se de quem se trata. O oportunismo fácil não foi da parte dele, tu é que não o conseguiste evitar.
Haver pessoas a pensar como tu, é que é uma prova de que realmente o pais está doido.
P.S.: Eu também adoro futebol. E aprecio muito o teu trabalho.

 
At 9:29 da manhã, Blogger Cruxe said...

Pedro, as nossas televisões também precisam de aprender quando é que se justifica directo e quando é que se justifica apenas uma reportagem.

Hoje em dia faz-se directo por tudo e por nada (principalmente por nada) e quando se trata de futebol: "bóra p'ra lá em directo".

Por vezes fazem-se directos para dizer que está tudo na mesma e que não há novidades. Para quê? E ainda ocupam o tempo de notícias verdadeiramente interessantes que vão decaíndo no alinhamento dos jornais até... sairem fora do alinhamento.

A chegada do Mourinho, e desculpa não concordar com a tua opinião, não era motivo para directo. É um português, um grande português, que regressava ao seu país. Fazia-se a reportagem e transmitia-se em diferido.

O grande problema é que, com a concorrência, todos os canais querem dar a notícia primeiro. Isso faz com que muitas vezes saiam para a rua notícias erradas apenas porque não se deram ao trabalho de as confirmar com a sede de dar a notícia. Mas isto já entra noutro campo.

Enfim, o PSL podia ter tido outra atitude, mas não o condeno. Lembro-me de uma vez o Prof. Marcelo, na TVI, ter ficado indignado porque o jornal era transmitido entre Morangos com Açucar (acho eu) e um jogo do Benfica, logo ele tinha pouco tempo para falar e mostrou a indignação. Mas o Professor era (bem) pago para falar.

 

Enviar um comentário

<< Home