domingo, agosto 19, 2007

Chegou o eco-terrorismo.

E é de uma estupidez que revolta.

21 Comments:

At 1:07 da tarde, Blogger Manuel said...

Uma grande estupidez. Acho que devia prevalecer o bom senso. O agricultor ficou com a colheita arruinada e os "eco-terroristas" certamente vão passar impunes.
É uma vergonha.

 
At 1:28 da tarde, Blogger Nelson Santos said...

Completamente de acordo, Pedro. O que estes meninos fazem e fizeram merecia passarem 2 ou 3 noites a ver o sol aos quadradinhos e sem poderem usufruir dos habituais fuminhos (transgénicos ou não) que costumam utilizar. Gente covarde e hipócrita!

 
At 1:33 da tarde, Blogger Jedi Master Atomic said...

Apesar de algumas pessoas terem sido levadas para a esquadra, parece que o dono do campo deveria ter-se defendido de outra forma....com uma pressao de ar !!!

 
At 1:51 da tarde, Blogger Mike said...

Já me custava ouvir falar os pseudo-ecologistas e os ecologistas da treta. Agora, este eco-terrorismo é a prova de que nos é possível fazer tudo o que quisermos só porque sim.
Se o agricultor, perante o desespero, tivesse pegado numa caçadeira e chumbado aquela malta era uma tragédia, não era? Mas era o que essa gentinha merecia.
Ecologistas da merda! Para mim valem o mesmo que os gajos do PNR, nada!

 
At 3:08 da tarde, Blogger Luis said...

Estes "putos" são a mais recente actualização do javali, a única diferença é que os javalis comem erva, esses fumam-na

A estupidez ao rubro. Esses gajos dos ecologistas e dos verdes e não sei mais das quantas NÃO FAZEM NADA e não deixam fazer.

Punição exemplar é o que se pede.

Parabéns Pedro pelo teu blog e pelo teu trabalho.

 
At 3:53 da tarde, Blogger Frederico said...

Akilo foi os "putos da cidade" que se calhar pensam que a galinha vem do supermercado e tem 8 pernas, que decidiram mostrar que agora tem uma associação e acharam por bem chatear o pobre agricultor, a sorte deles é ke foi no Algarve pq se fosse no Alentejo tinham saido de la com chumbo no cú e depois o mau da fita era o agricultor.

 
At 4:13 da tarde, Blogger PavlovDoorman said...

Eu não sei muito destas coisas, mas sempre ouvi dizer que para fazer uma manifestação, ou acção de protesto na via pública era necessário ter autorização do Governo Civil da localidade em causa.
Duvido que estes D.Sebastiões da Treta a tivessem e no entanto tiveram direito a escolta policial, mesmo após terem destruído propriedade privada em frente às autoridades com a passividade das mesmas.

 
At 4:18 da tarde, Blogger NK said...

E como é que as TV's estavam lá para filmar?
Os meninos deram pré aviso à comunicação social para depois estarem protegidos durante o acto...

 
At 5:59 da tarde, Blogger porco said...

É mesmo isso. Absolutamente revoltante.

 
At 6:14 da tarde, Blogger Ghost said...

É incrivel a irracionalidade de muitos dos comentários aqui colocados. Não pactuando com a atitude lamentável que foi a de destruir propriedade alheia, a solução que se apresenta aqui de utilização de armas de fogo para reprimir os manifestantes e a generalização de todas as pessoas que realmente se preocupam com a natureza como, e passo a citar, "Ecologistas da merda!" e "Esses gajos dos ecologistas e dos verdes e não sei mais das quantas NÃO FAZEM NADA e não deixam fazer." são absolutamente desprovidas de sentido. Se os ecologistas não "fazem nada" é porque devido a inergumenos como alguns comentadores deste post os senhores mundiais do poder continuam a achar que o progresso deve ser conseguido sem respeito pelos co-habitantes deste planeta. Muitos deles já ca estavam antes de nós.

Já agora parabens pelo teu blog. []

 
At 6:29 da tarde, Blogger Cicrano said...

A "comida geneticamente modificada" foi introduzida à 13 anos e desde aí que é criticada por tudo quanto é organização ecologista. A verdade é que ja foram publicados cerca de 150 estudos que atestam a segurança deste tipo de comida e, que se saiba, nunca ninguem ficou doente ou teve algum problema devido ao consumo da mesma. Tenho muito respeito por organizaçoes ecologistas e acho que fazem falta à sociedade, mas isto é absurdo. A quererem destruir alguma coisa, era mais legítimo destruirem os campos da erva que (diz o artigo, nao eu) fumam, porque essa sim, sabe-se que faz mal.

 
At 9:30 da tarde, Blogger João Fernandes said...

desculpa pedro de não concordar a 100% contigo, porque a questão não é assim tão simples como o tentam fazer.
Obviamente que cada um sobrevive, ou vive, como pode, claro que aquele agricultor se sente mal por lhe terem destruido parte das plantações de milho.
Penso que qualquer cidadão com dois dedos de testa deveria de saber que os transgénicos não é parte da natureza, não é comida natural é mais uma das muitas manhas do sistema capitalista, porque quanto mais barato melhor.
Temos que culpar sim o estado português por permitir o cultivo de transgénicos, isso é que deverá ser culpabilizado, porque o senhor agricultor só está a ir pelo caminho mais fácil e não o censuro.
Agora o governo é que tem que ser responsabilizado, porque enquanto der dinheiro vamos lá mandar o planeta abaixo, depois quando os refugiados ambientais passarem a ser-mos nós vai andar tudo com o fogo no cú e perguntar-nos-emos o porquê disso estar a acontecer.
Não actuaram da forma mais correcta, mas algo tem que ser feito para salvar o planeta. Quanto ao consumo de erva, cada um é livre de fumar aquilo que quiser, não é por muitos destes comentadores daqui fumarem que voz prego uma cruz ás costas e vos mando até Jerusalém.

 
At 10:38 da tarde, Blogger Pedro Gonçalves said...

É de rejeitar qualquer tipo de fundamentalistas, até os pseudo-ecologistas ou pseudo-activistas.

 
At 11:29 da tarde, Blogger Maria Papoila said...

Verdadeiro terrorismo. Envergonha quem o comete e quem o incentiva.

 
At 12:27 da manhã, Blogger Pifo said...

Férias escolares dão nisto. Tempo a mais e lançamentos para PS3 a menos.
Máscaras por causa do pólen transgénico??? Nada que o Atarax não resolva. Até os põe mais calmos.

Estão contra os OGM's? Ok!
Ataquem os verdadeiros responsáveis, não o elo mais fraco!

 
At 1:50 da manhã, Blogger Luis said...

tenho uma explicação- demasiado tempo livre

 
At 10:14 da manhã, Blogger Just a blog said...

Sem palavras, mas para mim o mais "cómico" foi ouvir um Sr.º da organização ecologista dizer que "não tinham feito nada de mal e foram sempre pacíficos e que se houve violencia foi da parte do agricultor e seus amigos" eu so pergunto a este Sr.º então podemos ir a casa dele destrui-la toda claro se formos numa pacífica esta tudo bem por essa ordem de ideias? Aproveito para agradecer a esta organização que possivelmente algumas pessoas que já olhavam com desconfiança para estas organizações agora de certeza que vão se passar para o outro lado e é pena. Péssimo serviço.

 
At 10:36 da manhã, Blogger Pedro said...

Uma cambada de desocupados q são estes pseudo ecologistas...

Falam falam mas não dizem pq raio os transgénicos são maus...fazem mal à saúde?

Aquilo não era prender...era deixar os agricultores resolverem o assunto pelas suas mãos...iamos a ver se aquele putos mimados q devem ter tudo de bom em casa mas pq é moda ser rebelde fazem estas merdinhas não iam aprender a ter juizo.

Isto sim dá razão à frase "geração rasca" e eu tenho somente
30 anos...

 
At 12:38 da tarde, Blogger Egoricardo said...

Caro Pedro,

E ao que parece o encontro destes jovens em Aljezur ate foi apoiada pelo IPJ!

ver noticia: http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=290911

Nao me parece que seja uma boa utilizaçao dos dinheiros publicos mas...

 
At 12:41 da tarde, Blogger Egoricardo said...

E nao é que o IPJ apoiou o encontro ecologista que decorre no Algarve!

ver noticia:
http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=290911

Nao me parece uma boa utilizaçao de dinheiros públicos mas...

 
At 11:02 da manhã, Blogger AnaBond said...

portugal no seu melhor.
(fosse só em portugal!!)

 

Enviar um comentário

<< Home