sexta-feira, fevereiro 02, 2007

Um senhor

Alexandre Quintanilha, altíssima figura da ciência em Portugal.
Ontem este senhor, com uma simpatia, uma serenidade sábia e um discurso envolvente, explicou, com mestria, o que está e o que não está, nem pode estar, em causa no referendo sobre a IVG.
Foi na entrevista à Judite de Sousa na RTP.
Uma lição.

17 Comments:

At 9:06 da manhã, Blogger Cristina said...

foi sim senhor, devia passar todos os dias looool

:)beijo

 
At 9:51 da manhã, Blogger francesco said...

Foi boa entrevista sim senhor. O Professor tanto disse que vota sim porque não é por uma lei que pune mulheres que abortaram, como reconhece que já há vida antes das 10 semanas. E tanto um, como outro, são argumentos legítimos a ter em conta neste debate.

 
At 10:03 da manhã, Blogger Anynha said...

também gostei de ver.
Um SIM devidamente fundamentado.

Grande Entrevista literalmente! :)

 
At 12:27 da tarde, Blogger pedro said...

gostei da entrevista. gostei da postura. gostei da serenidade na exposição dos argumentos. gostei da humildade. gostei da falta de certezas. gostei das dúvidas. eu também tenho dúvidas, mas como não me posso abster (isso é que não), voto não, porque entendo estar ali uma vida, uma segunda entidade. mas há uma certeza que tenho, ganhe o 'sim' ou o 'não', o estado terá de rever a sua postura em relação a este assunto. terá de haver investimentos sérios nesta área, seja na criação de condições para as mulheres abortarem, seja na criação de condições para as mulheres que entenderem ter os filhos, os terem. decididamente há que rever-se a política de abonos de familia vigente. e uma situação não pode ter prioridade sobre a outra.

 
At 12:58 da tarde, Blogger Nat said...

Ontem, pela primeira vez que estou an Alemanha, consegui ver a rtp internacional através da net. E estava justamente a dar a grande entrevista. Fiquei a ver. Já tinha visto umas palestras do Prof., mas nenhuma me tinha prendido tanto como esta. Gostei muito. Posso imaginar a maravilha que seriam as suas aulas.

 
At 2:03 da tarde, Blogger Popy said...

isto é um teste

 
At 2:06 da tarde, Blogger Sir said...

E podem crer que este senhor é absolutamente imparcial no que toca a esta questão.

 
At 2:28 da tarde, Blogger zeni said...

Não vi, não posso opinar.

Mas li uma entrevista a um médico, cuja leitura eu recomendo. Quem tiver curiosidade, espreite o blogue.

 
At 2:41 da tarde, Blogger wednesday said...

Infelizmente a minha TV fiocu sem som (e com direito a queimado) esta semana e como tal não pude ver. Mas pelos comentários que aqui vejo imagino que as dúvidas de uns são as dúvidas de outros.

Concordo com o comentário do pedro que diz que quer ganhe um quer ganhe o outro, o governo tem sempre trabalho nas mãos.

No meio disto tudo, respeito as opiniões de todos. Só me confunde ainda a posição da igreja... Primeiro o voto é secreto, como é que vão excomungar as pessoas... Já para não falar da chantagem emocional!

 
At 3:41 da tarde, Blogger _Morgaine_ said...

Também vi e achei excelente! A maneira como expõe as suas opiniões, sem no entanto impôr a sua posição, como se tem visto muitos a fazer nos últimos tempos, é de louvar!
Sem dúvida, uma GRANDE e extremamente interssante entrevista!

 
At 3:46 da tarde, Blogger João Silva said...

e ficamos todos a perceber que afinal, entre fazer um aborto e "ASSASSINAR CRIANÇINHAS" há um "ligeira" diferença.

Tenho pena é que o debate do referendo seja feito 90% por cabeçudos extremistas e pessoas como este senhor raramente têm tempo de antena.
PS: ...MELHOR AINDA, ele teve tempo de antena sem a Fátima Campos Ferreira a meter nojo e a interromper constantemente!

 
At 3:54 da tarde, Blogger Salseira said...

Infelizmente não vi a entrevista.

Infelizmente este assunto está a ser discutido de uma forma desagradável e com arrogância dos dois lados.

E se não me parece que a campanha desta forma ilucide seja quem for, também não sei se este assunto poderia ser, de algum modo, discutido de forma esclarecedora. É que estão em causa princípios, valores e heranças culturais mais ou menos arreigadas o que leva a opiniões não facilmente alteráveis.

Importante é que se vá votar e que não deixemos os outros decidirem por nós... já que há referendo...

Eu, por mim, sou pelo sim.

 
At 6:00 da tarde, Blogger João Cordeiro said...

Olá,
Que posso eu dizer se os meus olhos não falam!
Transmitem emoções, a essa beleza inconfundível
que as palavras me transmitem
Aqui estou eu para te dar o meu apoio e solidariedade
Soberbo... continua…
Meu blog:
http://www.sonhadoremfulltime.blogspot.com/

 
At 9:23 da tarde, Blogger SecretSoul said...

Também vi e achei a entrevista de grande qualidade. Como ele disse, não é preciso ser a favor do aborto para impedir a sua legalização. O que está em causa, antes de mais, é um direito cívico e uma questão democrática e social.

:)

Bom fim de semana!

 
At 11:13 da tarde, Blogger Leonor Martins said...

Antes de mais, considero este referendo desnecessário, pois existindo um forum que representa todos os portugueses (AR), deveria aí ser votada a despenalização da IVG!

Face à questão do sim ou do não à despenalização da IVG até às 10 semanas...claramente decido pelo sim...pois não me parece razoavel a criminalização exclusiva da mulher (omitindo-se a possibilidade de cumplicidade do conceptor). As questões subjacentes devem ser resolvidas na consciência de cada um, considerando que se vive em sociedade...e nem sempre as nossas "medidas" serão as dos outros, que se encontram em quadros socio-económicos, psicológicos e morais diferentes dos nossos...trata-se pois de uma questão de consciência individual...

...mas de facto, tenho reflectido sobre algumas questões subjacentes a pergunta que nos é feita objectivamente...uma delas é se há vida às 10 semanas, em casos involuntários de interrupção...é possível fazerem-se cerimónias fúnebres? é que nunca tive conhecimento de nenhuma...
O que me leva a pensar que só há vida após o momento em que se efectua o registo de nascimento?!

Mudando de assunto...Parabéns Pedro...pelos teus 17 aninhos...eu levo 15 a fazer o que mais gosto...e isso é muito gratificante :D

Beijinhos

 
At 10:27 da tarde, Blogger rosa dourada said...

Foi sim,gostei muito de o ver e ouvir. No geral há muito radicalismo à volta do "tema".
Cumprimentos,

 
At 6:04 da tarde, Blogger Peg solo said...

ainda bem q as vezes na rtp se lembram de fazer serviço publico! :D

 

Enviar um comentário

<< Home