quinta-feira, março 01, 2007

A Euribor.

Antigamente, quando chegava aquela altura de tratar do empréstimo para comprar casa, existia um paradigma: taxa indexada á Euribor. Era uma taxa baixinha ("e dificilmente subirá muito mais"). A ideia de uma taxa fixa passou a ser uma espécie de ZX Spectrum, num mundo que já era de Windows 95.
Ontem um banco, que não é o meu, acenou-me com uma prestação de casa mais simpática, prometendo spread zero (o meu é de 0,7), avisando que em Abril, a minha taxa será revista e que o meu banco não vai poder dar-me nada parecido. Portanto, diziam, se eu ficar com o meu banco a prestação da casa vai doer ainda mais, e nós não queremos isso pois não?
Não, não queremos isso, não, pensei eu.
Hoje vou saber se o meu banco não quer dar-me, digamos, um spread negativo, numa de ser original.
Mas nãose pense que me deixo levar facilmente pelo canto de sereia do outro banco, porque entretanto descobri numa letra daquelas pequeninas que há em todos os contratos, que se eu liquidar o crédito que tenho no meu banco tenho de pagar 2% da dívida (tradução: uma pipa de massa), e não creio que o outro banco (que não é o meu) se chegue, graciosamente, á frente.
Posto isto, a ideia de sempre: o que eu queria era que o banco do Euromilhões me desse aqui uma mãozinha. Não era para ficar milionário, era só para eu poder mandar a Euribor e o Crédito à Habitação em geral, à fava, porque, passados os anos iniciais de idílio, essa filha da mãe de taxa de juro acabou por mostrar o lado negro da sua força.
Hoje estou um bocado mais sensível à questão. É dia 01.

20 Comments:

At 7:50 da manhã, Blogger Cruxe said...

Quando eu fiz o emprestimo para comprar a minha casa falaram-me em: Taxa fixa e Taxa indexada à Lisbor (agora a Euribor).

Perguntei qual era a diferença e disseram-me que toda a gente ia para a Lisbor porque era muito mais baixa e ainda estava a baixar mais e dificilmente subia, ou entao subia pouco. E assim fiz.

Quer dizer, fazendo bem as contas, neste momento devo estar quase a chegar ao valor que estaria a pagar se tivesse optado pela taxa fixa (mas ainda não cheguei la) e na altura não tinha outra opção porque a diferença na mensalidade que me propuseram era, diga-se de passagem, absurda.

Agora há todo o tipo de promoções dos bancos (tadinhos, estao a fazer um esforço e a perder pipas de dinheiro para satisfazer os clientes) e tudo isto para atrair mais e mais clientes com condições enganad.... perdão... aliciantes.

Há tempos um dos bancos, que na altura do emprestimo me deu piores condições do que aquele pelo qual acabei por optar, apresentou-me uma proposta aliciante para eu mudar. Perguntou-me quanto estava a pagar no outro lado e, fazendo as contas, conseguiam que eu poupasse quase 25€/mes.

Tudo bem, 25€/mês é dinheiro. Entretanto fiz melhor as contas, contando com o valor que depois me cobravam no outro banco pelo pagamento antecipado e juntando o valor de novas escrituras (que eles pagavam parte, mas não tudo), cheguei à conclusão que só começava a poupar os 25€/mês ao fim de quase 1 ano e meio. Engraçado foi ouvir da parte da minha gestora de conta que eles garantiam estas condições durante os primeiros 6 meses. Depois até podia subir.... e muito...

Acabei por ir ao banco onde tenho o empréstimo e disse-lhes que ali ao lado me faziam melhores condições e estava a ponderam mudar. Resultado: fizeram revisão do spread e passei a poupar cerca de 12€/mês. :)

 
At 7:51 da manhã, Blogger Tiago Franco said...

A definicão de mundo capitalista é: ninguém dá nada a ninguém! e se há instituicões que em Portugal não fazem caridade, são exactamente os bancos.
Baixam a taxa agora e no somatório dos anos roubam por outro lado. A perder é que não ficam e se fizeres as contas (já que tiveste paciência para ler as letras miudinhas :)) talvez verifiques que nada muda.

 
At 8:20 da manhã, Blogger Andreia said...

Ally MacBeal pois claro! (o trocadilho mt bom) Bom dia!

 
At 8:31 da manhã, Blogger Paulo said...

É verdade Pedro, isto começa realmente a ficar bera!
De 6 em 6 meses, o dia 1 é o dia do "coração nas mãos". Eu sou daqueles casmurros que prefere não ter algumas coisas (como férias no estrangeiro ou outras coisas materiais) para poder juntar algum e assim amortizar o empréstimo. Mas nos últimos anos, essas entregas antecipadas apenas evitam que a prestação suba apenas 25 em vez de 50, o que é uma chatice, para quem antigamente (como eu) amortizava e via (contente da vida) a prestação a descer.
É um inferno!
E depois é ver os lucros dos bancos a aumentarem mais de 30% ao ano... como diz o tiago franco... é tudo a roubar! FDP PÁ!!!

 
At 9:36 da manhã, Blogger OD said...

Eu cá só pago a pratação lá para dia 19 o que é pessimo porque tenho que ir vendo o saldo da conta, não vá chegar ao dia e já não ter dinheiro. Os aumentos da prestação custam, mas sabemos que é assim o que me chateia é que estou há quase 10anos a pagar o emprestimo e de 50000euros(que pedi) ainda só paguei cerca de 7000€, ou seja ando a pagar juros... E se agora quiser amortizar o total do emprestimo tenho que pagar praticamente o mesmo que pedi, uma vez que há uma taxa qualquer a pagar....
Enfim, bancos são as instituições que mais lucro tem....

 
At 10:00 da manhã, Blogger Puss in Boots said...

Pois é, meu caro
Eu também ando "lixado" com a tal Euribor e ando a piscar o olho a outros bancos, mas nenhum me pisca o olho a mim...

Como alguém disse, consequências do mundo capitalista.

Mas a (relativa) boa noticia é que desde finais do ano passado (só ainda passaram dois meses!!!), que está para sair uma lei que já não vai permitir o pagamento por liquidação total do empréstimo (por mudança de banco ou euromilhões) os tais 2%!!!

Sim senhor!!!

A partir da publicação dessa lei (da DECO disseram-me que não havia data prevista), TODOS os bancos só podem cobrar por liquidação total do empréstimo 0,5% do valor em divida... é claro que depois existem as tais comissões por transfer~encia de créditos, mas se calhar vale a pena fazer contas...

Mas nem gosto de pensar nisto. Costumo vir aqui para ler coisas giras e hoja é isto!!! Porra pá!!!

Até sábado às 17h, na Fnac do Colombo... hehehe (vou à apresentação do livro do casado...

 
At 10:31 da manhã, Blogger Buza said...

Olá Pedro, já existem bancos a oferecer spreads negativos! Mas só para os primeiros meses e com algumas outras condições..... Como diz o Tiago Franco ninguém dá nada a ninguém :)

Buza

 
At 11:25 da manhã, Blogger Macaca Marta said...

There's no way out. Pagas sempre um 'balúrdio' de juros. E agora há bancos a fazer prestações mais baixas do que a concorrência, mas quando vamos ver o plano de pagamentos estamos 5 ou 6 anos sem amortizar o imóvel... Muito cuidado!

 
At 12:18 da tarde, Blogger luciobrazuca said...

para já não tenho direito a emprestimos grandes para comprar casa só quando tiver 6 anos de Portugal,mas tenho medo so de pensar na euribor.fixe é o BES com as propagandas .um abraço

 
At 1:21 da tarde, Blogger Luis Prata said...

Ya esta taxa no último ano disparou e continua em subida...

O que dá que pensar é que todos os meses eu "empresto" o meu ordenado ao Banco e não ganho nada com isso. Eles usam o dinheiro de todos para investir.. é assim a vida..

 
At 2:48 da tarde, Blogger qualromaqualq said...

mais uma vez pergunto... PEDRO O QUE RAIO ACONTECEU À FOXX FM???

 
At 4:26 da tarde, Blogger João Paulo Cardoso said...

Pessoal:

Vamos juntar um grupinho jeitoso para assaltar um banco? Hum?? 'Bora aí?

Basicamente, a ideia é fazer com que,desta vez, sejamos nós a "arreganhar a taxa" enquanto a banca fica a chorar...

O produto do roubo, digo, deste convívio, será dividido irmamente por todos os participantes.

Inscreve-te já!!

http://oeldorado.blogspot.com/

 
At 5:00 da tarde, Blogger Tigui said...

http://euribor.blogspot.com/

 
At 5:17 da tarde, Blogger wednesday said...

Como eu sou solidária... O meu empréstimo bancário das vezes que foi revisto já teve sempre direito a aumento... O que neste momento significa mais 90€/mês relativamente ao inicial... :(

 
At 7:04 da tarde, Blogger PENDULO said...

maldita euribor
tudo leva e nada trás

como te percebo

cuidado com as letrinhas marotas e reflete, convence bem o teu banco lá pá taxa negativa e se conseguires avisa que quando eu for falar com o meu banco levo-te para convenceres o meu com esse jeitinho.
kiss

VALE BEM A PENA

 
At 7:04 da tarde, Blogger Fixemobil said...

É fixe, não é? A minha prestação aumentou cerca de 100 euros (cem!!!) desde o início de 2006. Giro.

 
At 8:49 da tarde, Blogger Catarina said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 8:51 da tarde, Blogger Catarina said...

É sempre a caminhar de cavalo para burro!!!!! Não têm essas sensação?

 
At 2:53 da tarde, Blogger scas said...

http://www.verbojuridico.net/inverbis/index.php?option=com_content&task=view&id=332&Itemid=31 - nem tudo é mau! Afinal os bancos podem ganhar um poucochinhozinho menos...

 
At 4:32 da tarde, Blogger Guilusomundo said...

Pessoal, que tal deixarmos de pagar? E e criar uma crise "suprime" em Portugal.
Imaginem o Banco Central sendo obrigado a baixar 0,50% na sua taxa principal, como aconteceu com a maior economia do mundo, os EUA?
A Euribor é para os grandes, Espanha, Alemanha, França, etc...
O nosso ordenado é fraco para acompanhar essas subidas absurdas, e o que mais dói é saber que o nosso sagrado pão nosso de cada dia vai para enriquecer abutres financeiros. Vamos deixar de pagar!
Os bancos vão coçar muito a cabeça antes de tomar a atitude de nos "desapropriar", não é interessante para eles ficarem com mais casas para vender em um mercado onde a oferta de casas para vender aumenta.

Esta na hora de acabar com a "sacanagem". Se os outros podem, nós também podemos! O povo unido jamais será vencido!

 

Enviar um comentário

<< Home