terça-feira, novembro 28, 2006

De Niro. De mestre.

Estava a dar no Hollywood ontem e eu fiquei a ver. Não vi todo, porque ia acabar tarde, mas deu para rever a cena da roleta russa, e perceber que é das cenas mais marcantes que já conheci num filme. Intenso!
"O Caçador" passou uma vez na RTP, a más horas, era eu puto. Lembro-me de ter ficado acordado a ver aquilo até ao fim. Aquela música, e a força daquele gajo, interpretado por De Niro. Que filme incrível. Eu adoro filmes sobre a guerra do Vietname, perdi as vezes que revi o Full Metal Jacket, o Apocalipse Now, o Platoon...mas este "Deer Hunter", de 1978 é também uma obra prima. De uma cruel amargura que o torna real. E quer o Robert De Niro quer o Christopher Walken são gigantescos neste filme. Depois de ter visto cerca de uma hora de filme, fiquei com pena de não poder ver o resto, e como não tenho o DVD, decidi que é um presente de Natal que me vou oferecer.



"O Caçador". Filmalhaço.

13 Comments:

At 11:06 da tarde, Blogger myProfile said...

não vi nem 'o caçador', 'full metal jacket' ou o 'dear hunter'.
apenas vi o 'apocalipse now' e o 'platoon' e confesso que gostei.

vou seguir o teu gosto e fazer por ver os que me estão em falta, uma vez que confio plenamente nos teus bons gostos, afinal também eu sou do benfica e vou apaixonadamente ao havai ver os U2.

PS1: quanto ao passaporte electrónico para 5ª feira por 80€ está um muito bom preço. à cerca de dois anos eu tive de tirar o meu, ainda convencional, sem taxa de urgência e ainda paguei as fotos, tudo 65€.

PS2: não vou ao havai mas gostaria muito de ir

 
At 11:13 da tarde, Blogger Fuadass said...

eu só digo uma única coisa sobre o filme...

EU TAMBÉM MATAVA O MALDITO HOMEM DAS CHAPADAS ( que raiva que dava )

 
At 1:04 da manhã, Blogger Jugger said...

Só recentemente é que tive oportunidade de ver o "Heat" na TV, onde contracenam dois dos grandes actores do meu gosto: Al Pacino & Robert De Niro.

O filme vale em muito apenas pela "pequena" cena do diálogo entre aqueles dois "monstros" no café... É simplesmente divinal!

 
At 8:11 da manhã, Blogger Tiago Franco said...

Obrigado pela dica :)

 
At 9:08 da manhã, Blogger Maria Cunha said...

Só uma pequena correcção, o título original é "The deer hunter".


Maria Cunha

 
At 9:23 da manhã, Blogger anamoris said...

Todos os filmes de guerra tem uma força estranha. Na segunda-feira só revi a cena fabulosa do casamento enquanto estava à espera das minha séries do AXN. Ainda bem que mudei de canal e fui ver "Alias", porque O Caçador é um dos filmes que mais me impresionou.
Beijos

 
At 10:00 da manhã, Blogger BlueAngel said...

Lembro-me de também só ter visto "O caçador" uma única vez. Quando? Essa que descreves há muitos anos na RTP e muito tarde. Fiquei impressionada e claro que não me esqueci de nada até hoje. A cena da roleta russa é, de facto, marcante e terrível. Não há dúvida que se trata de um grande filme com grandes SENHORES e grandes interpretações.

 
At 10:22 da manhã, Blogger Patrícia said...

Lembro-me do caçador na tv e da gravação numa cassete beta que se manteve anos e anos lá por casa. Lembro-me de ver o filme mais 1 ou 2 vezes porque quando não tinha nada para fazer, lá ia eu às cassetes rever qualquer coisinha, e sempre que o via ficava impressionada. É um filme duro.

 
At 11:28 da manhã, Blogger Joaquim Varela said...

Julgo que também o vi pela primeira vez na RTP há 500.000 anos e adquiri, aqui há uns 2/3 anos, um DVD do Público (daqueles "baratuchos") e acho que sim, que vale bem a pena.

 
At 12:12 da tarde, Blogger Hugo said...

Vi parte do filme na Segunda e acho este filme genial das melhores interpretações de Robert de Niro.Já vi todos os que tu falas e achos todos bons mas aconselho tambem nascido a 4 de Julho uma das raras grandes interpretações de Tom Cruise.

 
At 8:14 da tarde, Blogger Dina Nunes said...

O Caçador (The Deer Hunter) passou há menos de 1 ano na Cinemateca, num ciclo dedicado ao seu realizador, Michael Cimino. Foi uma sessão muito especial que contou com a presença do próprio realizador (um verdadeiro cromo!). Valeu bem a pena ver este filme no grande ecrã, há cenas que ganham muito com isso, especialmente a do baile que é genial!

 
At 12:20 da manhã, Blogger Luísa said...

Era bem novinha quando o vi, foi o filme que mais me marcou durante muitos anos.

Voltei a vê-lo e foi como se o tivesse visto, quase, pela primeira vez (entretanto cresci muito ah ah). Continuo a achar que a dureza e a intensidade do filme é o que mais marca, mas a minha percepção é outra.

 
At 7:27 da tarde, Blogger Maria H said...

Quando deu na RTP eu também era miuda, adolescente. Os meus pais não estavam em casa. A minha melhor amiga foi dormir lá a casa. Os namorados acompanharam o visionamento do filme. Escusado será dizer que anos mais tarde tive de rever o filme pois da primeira vez pouco ou nada vi dele...Eheheheh!

 

Enviar um comentário

<< Home