segunda-feira, outubro 30, 2006

Que assim seja.

Oxalá.

oxalá, me passe a dor de cabeça, oxalá
oxalá, o passo não me esmoreça

oxalá, o Carnaval aconteça, oxalá
oxalá, o povo nunca se esqueça

oxalá, eu não ande sem cuidado
oxalá eu não passe um mau bocado
oxalá, eu não faça tudo à pressa
oxalá, meu Futuro aconteça

oxalá, que a vida me corra bem, oxalá
oxalá, que a tua vida também

oxalá, o Carnaval aconteça, oxalá
oxalá, o povo nunca se esqueça

oxalá, o tempo passe, hora a hora
oxalá, que ninguém se vá embora
oxalá, se aproxime o Carnaval
oxalá, tudo corra, menos mal


Madredeus, com palavras de Pedro Ayres de Magalhães

5 Comments:

At 8:56 da tarde, Blogger Bia said...

Olá Pedro. Obrigada por nos deixares "ler-te" e por me inspirares. Sim, inspirares. Resolvi ir dar abraços para Belém!
Continua o bom trabalho na rádio, e, sobretudo, na vida. :)

 
At 9:42 da tarde, Blogger ... said...

Como sempre...em grande P!És sem duvida uma das minhas fontes de inspiração!

PS:Nem a propósito, logo hoje que deixaram em sima da minha secretária...MADREDEUS-ANTOLOGIA...

Abraço

 
At 9:48 da tarde, Blogger MS said...

Só me apetece dizer que é aqui, nessas palavras que Portugal se torna grande. Na musica, na poesia, nas palavras, e um milhao de coisas mais. Sim, não somos tudo de mau, somos até muito de bom!!

beijos

Monika

http://arevoltadaspalavras.blogs.sapo.pt

 
At 10:01 da manhã, Blogger anamoris said...

Outro Pedro Grande, e tão mal compreendido.
Beijos

 
At 2:22 da tarde, Blogger Rita Costa said...

Sempre gostei muito desta música dos Madredeus. Tem um quê de vida e de esperança, um cunho do povo português!

 

Enviar um comentário

<< Home