quinta-feira, outubro 19, 2006

Não pode ser!

Leio e não acredito. O presidente dos Estados Unidos assinou a lei que permite a prisão e o recurso á tortura para suspeitos de terrorismo. No país que reclama sempre ser o paladino da democracia e da liberdade, esta lei basicamente reduz os suspeitos de terrorismo a não-pessoas.
Podem ser torturados, não têm direito a qualquer auxílio jurídico elementar, serão julgados em tribunal militar após serem submetidos a "interrogatórios musculados" (!).
Eu acho que os autores do 11 de Setembro eram, e os seus mandantes também são, uns filhos da puta, entendamo-nos.
Mas se se abre esta porta...escancara-se a possibilidade do livre arbitrío, puro e duro, das autoridades para o recurso à tortura como ferramenta banal. Quem decide quem e o que é que é suspeito? Dada a gravidade da acusação, não deveria ser ainda mais fundamental a existência de provas para aplicar então a respectiva pena? Isto é Guantanamo instituído, reconhecido como normal, legítimo e banal. O pior é que a notícia passou quase sem se dar por ela. O mundo está perigoso, de facto.

22 Comments:

At 11:51 da manhã, Blogger Eu said...

Eu admiro-me é como ele deixou que isso fosse lei (já que prática sempre foi)

é inqualificável e inadmissível (URSS, volta q estás perdoada)

 
At 12:17 da tarde, Blogger Pinguim-fresco said...

Uma palavra: "Medo". O triste é que já nem consigo surpreender-me efectivamente com estas medidas de pseudo-justiça. Tal como disseste, está-se a abrir uma porta perigosa, em que alguns actos quase poderiam ser justificáveis à luz destes novos desenvolvimentos, uma verdadeira Caixa de Pandora (ou de Bush?). Assusta-me que tivesse tomado conhecimento disto por este blog (que é óptimo), e não pelos mass media que insistem em vender-nos histórias da carochinha e muita banha de cobra em lugar de se preocuparem com o que é realmente importante.
E onde estão as sanções da comunidade internacional contra os EUA? É que isto roça (ou diria mesmo engole por inteiro) as mais simples alíneas da Declaração dos Direitos Humanos.

Onde é que vamos parar? =/

 
At 12:22 da tarde, Blogger alexandra said...

Infelizmente não fico admirada...

São os paradoxos dos nossos "amigos" americanos. Pugnam por um Tribunal Penal Internacional mas recusam-se a se submeter às suas regras, ignoram todo o Direito Internacional e os princípios da Carta das Nações Unidas, como o da Não Ingerência, as Convenções de Genebra relativas ao tratamento dos prisioneiros de guerra e à protecção das pessoas civis em tempo de gerra...

Perguntem a um americano o que é o Protocolo de Kyoto...

Aliás, a liberdade é tanta que até os videos que passam na MTV são censurados... país dos contra-sensos.

Bolas... pareço mesmo uma anti-americana...

 
At 12:37 da tarde, Blogger Canochinha said...

Sinceramente, não me espanta... Ainda em relação ao 11 de Setembro, experimenta ver o documentário "Loose Change" e tira as tuas próprias conclusões...

 
At 12:42 da tarde, Blogger BlueAngel said...

Atónita e sem palavras foi assim que fiquei. Mas também não se percebe como essa informação não foi mais divulgada. Anda meio mundo a proteger outro meio mundo de quê? É inacreditável!!!! Mas como diz "eu": só passou a ser permitido oficialmente pq prática sempre foi. Que miséria!

 
At 1:27 da tarde, Blogger Ana Catarina Santos said...

Vindo de quem vem nem me admiro!!!
O problema é que continuamos a ter à frente da "cabeça do mundo" verdadeiras cabeças de alho chocho que acham que isto das guerras e castigos é como brincar aos soldadinhos de chumbo e aos playmobil. É uma vergonha!!!
Se já achava que este mundo era perigoso, agora acho que é perigoso e assustador...
E dizem-se eles democratas....TRETAS!!!

Paira a questão: "Onde é que isto vai parar?" :\

 
At 1:42 da tarde, Blogger qualromaqualq said...

o Bush é um atrasado mental!

 
At 1:45 da tarde, Blogger Joe Fagundes said...

Mal seja eleito um novo governo em 2008 essa lei é revogada, ainda mais se for uma administração Democrata

 
At 1:58 da tarde, Blogger Never_Born said...

Palavras para quê, um artista Americano...

 
At 2:54 da tarde, Blogger Alcabrozes said...

Interessante é que a notícia completa já não está disponível...

pedro a.

 
At 4:21 da tarde, Blogger ... said...

...porque é necessário assim acontecer, mas ainda não é o fim.
É o princípio das dores!

 
At 4:55 da tarde, Blogger Ana said...

eu também fiquei extremamente surpreendida pela noticia e, acima de tudo, por ninguem se ter insurgido contra esta lei. li-a em varios jornais online e os sinais de indignaçao eram pouco visiveis....será q este senhor tb já controla o q se publica nos jornais?

 
At 6:28 da tarde, Blogger incognito said...

epa.. é assim... eu não concordo mais que vocês com a tortura... mas se calhar temos de deixar de ser os bonzinhos que estão sempre a comer no focinho dos terroristas... para dar a outra face já houve Um... temos de deixar de ser politicamente correctos e actuar senão são os NOSSOS INOCENTES a sofrer. E muito sinceramente, antes um muçulmano (desde que provado terrorista...) morto do que um cristão inocente ferido. Eu sei que estas palavras doem mas se não fizermos nada seremos sempre os que sofrem nesta merda de guerra...

 
At 7:17 da tarde, Blogger MB said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 
At 7:19 da tarde, Blogger MB said...

Caro incógnito. O que a lei diz é que basta ser suspeito, não tem de ser provado nada.

Ora ser suspeito é uma coisa muito vaga.

Imagina-te a chegares aos E.U.A. e confundirem-te com um supeito qualquer. Torturam-te e se por acaso derem conta do erro só te dizem "desculpa aí qualquer coisinha, toma lá um Big Mac", isto se não morreres entretanto (ok é um cenário imporvável, mas possivel e legal na terra do tio sam).


Aliás bem mais de metade dos suspeitos de terrorismo que estão em Guantamo não perfeitos inocentes que só foram acusados porque há sempre gente à caça de dinheiro fácil, que denucia qualquer pessoa.

 
At 7:57 da tarde, Blogger Sr. Padeiro Incognito said...

pah, o que tenho a dizer é qu epura e simplesmente o Bush nao é humano, ou entao nao tem pilinha.
tenho dito

 
At 9:06 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Medo... É tudo absurdo. Não esteve sequer em dúvida o que poderias achar dos palhaços do 11 de Setembro. Essa lei é o aprovar da selvajaria, do olho por olho dente por dente. Literalmente.

 
At 11:52 da tarde, Blogger Sir said...

A única coisa boa destas atrasadomentalices americanas é o gozo que me dá ver o tanga que eles levam no Daily Show, do Jon Stewart e companhia, que voltou a dar na Radical :-)

 
At 12:39 da manhã, Blogger Rui Maia said...

Welcome to america...the land of freedom!!!!! In torture we trust!!!

 
At 12:26 da tarde, Blogger Paulo L. said...

O Bush deve ter a síndrome da perseguição. Os E.U.A estão como que numa ilha, separados do resto do mundo por dois oceanos e em breve por um novo muro de Berlim junto á fronteira com o México. Nunca em tempos nenhuns, serão invadidos por quaisquer tropas estrangeiras.
Com tudo isto eles podiam perfeitamente estar sossegaditos no seu canto, com mais ou menos segurança nacional, e deixar o resto do mundo em paz. Em vez disso comportam-se como um animal feroz com medo. Atacam tudo o que se atravessa pela frente sem terem noção da realidade.
Imaginem só se os E.U.A fosse mais um dos países do continente euro-asiático, com vários países em seu redor. Será que não seriam mais uma ditadura? Será que não iriam piar mais baixinho?
E o que me mete mais confusão ainda é a indiferença com que a maioria dos americanos lida com estes assuntos. Mas também não se podia esperar muito de pessoas que elegeram pela segunda vez o Arbusto.

 
At 1:08 da tarde, Blogger Pedro said...

Evidente q não concordo com a lei mas não se iludam: É MUITO DIFICIL PROVAR ALGO CONTRA UM TERRORISTA.

 
At 6:43 da tarde, Blogger A mão que escreve said...

é o Bush, não nos podemos esquecer disso... este gajo tem a mania que pode fazer tudo o que lhe dá na telha....
agora era giro é que ele fosse suspeito de terrorismo... aí apoiava a 100% o recurso á tortura...

 

Enviar um comentário

<< Home