sábado, julho 01, 2006

Nervos.


Os gajos são bons, ponto um. Arrisco dizer que são favoritos para o jogo de hoje. Um guarda-redes bom, uma defesa muito compacta e com jogadores de grande categoria. Um meio campo com jogadores que estão no topo das suas capacidades, no auge das carreiras, e com a vantagem de jogarem juntos há muitos anos na selecção. Para nós era melhor que eles jogassem á Inglesa, num 4-4-2 com Crouch junto a Ronney. Mas acho que Erickson vai optar por deixar Crouch para mais tarde e pôr Hardgreaves no meio. 4-5-1 com Cole mais perto de Rooney. E aí é que é o caraças. Sem superioridade no meio campo e sem Deco, com jogadores que facilmente levam com um cartão amarelo cedo (Maniche e Petit , sobretudo)...os nossos centrais podem estar muitos expostos logo desde o inicio....
Nós vamos jogar, em principio, com Figo a fazer de dez, mais Maniche e Petit no meio, com Ronaldo à direita e Simão à esquerda no apoio a Pauleta.
Talvez fosse melhor puxar o Figo para a esquerda, não começar com o Simão (ou por o Simão em vez do Ronaldo se este não estiver a 100%) e pôr o Tiago no meio.
Tiago-Maniche-Petit contra Lampard-Hardgreaves-Gerard. Duelos Beckham-Nuno Valente (medo) , mas com Figo a ajudar na marcação qd for preciso; e Ronaldo (Simão) a ajudar Miguel a tratar de Joe Cole (O jogador com mais técnica, rapidez e imaginação de todos os ingleses).
Por mim punha o Paulo Ferreira à esquerda em vez do Nuno Valente, mas essa é outra história.
No ataque Ronaldo contra Ashley Cole parece mais dificil que Figo contra Neville, a quem é mais simples arrancar um cartão amarelo cedo. Mas Tiago tem de correr muito, ajudar a ganhar a batalha do meio campo mas também apoiar Pauleta e procurar aproveitar espaços que se consigam criar. Sim, Deco faria isso melhor que ninguém....
Pauleta tem de, sozinho, confundir as torres Ferdinand-Terry e criar espaços para os médios puderem entrar, sendo que Tiago e Maniche devem estar na primeira linha para essas situações. E temos de ter a noção de que teremos poucas oportunidades de golo. Se fomos como de costume mansinhos a finalizar, lixamo-nos.
Não fazer faltas perto da área. E sobretudo...cuidado com as arrancadas e a capacidade de remate do Rooney. E a sua habilidade de provocar os defesas também. Aliás eles vão tentar aproveitar a onda do Portugal violento e birrento, empolada pelos media ingleses depois do nosso jogo contra a Holanda, e provocar desde o inicio. Não podemos cair nessa.
Acredito que a Inglaterra é hoje melhor do que no Euro 2004 e no Mundial 2002. Se ganharmos hoje será um feito extraordinário (ainda por cima sem o Deco), até porque desde o inicio do campeonato que eu acho que a seguir ao Brasil...a Inglaterra é a maior favorita de todas as candidatas ao título. A sério.

7 Comments:

At 12:47 da tarde, Blogger Joaquim Varela said...

Pois, eu também preferia Tiago no lugar de Deco. Em teoria, que o tempo que ele esteve em campo nesta competição não me convenceu de todo. Francamente muito abaixo das expectativas.

Mas, a meu ver, o grande problema é Figo. Figo, é um jogador que nos dias que correm, tanto gosto de ver, como me irrita. E irrita precisamente por não recuperar defensivamente como seria necessário, muitas vezes em bolas perdidas parvamente pelo mesmo. A falta de fulgor físico também é uma realidade, mas aí ele resguarda-se sabiamente. Esta seria, para mim, a maior das razões para meter o Tiago.

Quanto ao jogo, é claro que não vai ser pêra-doce. Ou não fosse uma fase tão adiantada da prova. Mas isso não vai ser nem para um lado , nem para o outro. A malta continua no papel do "out-sider" (única equipa que nunca foi campeã do Mundo ainda em prova) e já fizemos o nosso Mundial. Se passarmos entramos no domínio do histórico. Se formos eliminados, fizemos um excelente campeonato e toca a receber os jogadores condignamente.

Paulo Ferreira no lugar de Nuno Valente, é entrar no domínio do treinador de bancada e deitar abaixo todas as premissas do seleccionador e jamais vai suceder de início.

Quanto ao jogo em si, a ver vamos, mas mesmo com as baixas que temos, acho que ainda temos equipa para enviar para casa esse grande bluff Mundial/Europeu que se chama Inglaterra. Eles, a par da Espanha são sempre os eternos favoritos mas nunca vão a lado nenhum.

PS: Eu, ando a prever uma final Itália-França, com vitória dos Italianos (ontem foi dada mais uma lição de futebol-cinismo na 2ª parte) desde o final da fase de grupos. Quais Ingleses, quais carapuça! Andas a comentar jogos de "bifes" há tempos demais pá!

 
At 2:36 da tarde, Blogger marta said...

mais eu vejo a "raça" dos ingleses, mais acredito que o arbitro foi comprado por eles para prejudicar fosse qual fosse a equipa que jogasse com eles hoje...a ver vamos se nos debilitaram...

 
At 6:54 da tarde, Blogger Reggy said...

Mas que sofrimento! Mas já estamos na meia final. Viva Portugal

 
At 7:57 da tarde, Blogger Canochinha said...

Grande RICARDO!!! Fizemos história... E a final é já ali. Força PORTUGAL!!

 
At 12:49 da manhã, Blogger BlueAngel said...

All is well when it ends well!!!! FORÇA PORTUGAL!!!

 
At 12:06 da tarde, Blogger Nelson Santos said...

Ingleses...campeões do mundo...sinceramente, ó Pedro!

 
At 12:52 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Grande análise, Ribeirinho. Espero que o Jorge Gabriel (k se gába á grande com o seu curso nivel IV) aprenda qq coisa com esta análise. Pena não estares a fazer a cobertura dos jogos em directo na SIC, pq ouvir aquele Sr. que fala de futebol, ciclismo, boxe, etc.... é mau.

 

Enviar um comentário

<< Home