terça-feira, abril 25, 2006

Sempre.

24 Comments:

At 11:46 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Inquestionavelmente, sempre!!!

Que os nossos filhos amem a liberdade tanto como aquele punhado de homens que armados com a coragem derrubaram a ditadura.

PM
vouserpai.blogdrive.com

 
At 12:02 da tarde, Anonymous Anónimo said...

A parte do boa do 25 de Abril, ou seja, aquela que acabou com a Ditadura que governou Portugal durante quase 50 anos, SEMPRE...
Agora, convém não esquecer a parte mais sombria do 25 de Abril, apenas terminada com a revolta militar de 25 de Novembro... Porque a Revolução perderia todo o significado se, a uma ditadura, sucedesse outra ditadura, embora com um cariz político e ideológico diferente...

RM

 
At 1:12 da tarde, Anonymous No Name Boys said...

Sempre.

 
At 1:40 da tarde, Blogger Jorge M. said...

A data da Liberdade.

A data que permitiu, por exemplo, que todos nós nos podessemos exprimir nos nossos blogs.

SEMPRE!

 
At 2:15 da tarde, Blogger MeiaLua said...

Porque Abril não está feito. Cabe a nós construi-los e cumpri-lo!

"Somos a glória de sermos Portugal Ressuscitado!"

 
At 2:23 da tarde, Blogger BlueAngel said...

Viva a liberdade de expressão que nos permite ter estes cantinhos onde expressamos as nossas opiniões. Infelizmente, apesar de tudo, ainda há muito trabalho para fazer para tornar o nosso país num local mais justo, ordeito, respeitador e igual para todos.

 
At 3:43 da tarde, Blogger Nelinha said...

sempre :) sempre guardo naquele lugar que chamamos de coraçao pedaços disso...o meu pai lutou para isto..e sao mil e umas fotos que tenho em casa..é bom "sempre" recordar ;)*

 
At 4:47 da tarde, Blogger Joaquim Varela said...

No Futebol é que ele contínua sem ocorrer. Vidé os irónicos desenvolvimentos do "Apito Dourado"...

 
At 6:56 da tarde, Blogger Just a blog said...

Sempre,e mesmo sempre e cada dia mais pois nos tempos que correm pareçe que muita gente já se esqueceu e muitas outras tentam fazer que esqueçamos se duvidam olha o que se passou nas comonerações desde dia na Madeira, o que aconteceu na assembleia de republica em que 1º a lei foi chumbada depois "arranjaram" 1 avaria no sistema informático e depois a lei que eles queriam aprovada lá passou com votos de deputados que apareceram "de repente" isto não e coisas do 24.04.74? se não é muito parecido

 
At 7:58 da tarde, Blogger marta said...

VIVA!!!

 
At 8:03 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Eu sei que isto não tem nada a ver com o assunto mas é porque vi a tua entrevista ao Penim, sou benfiquista e sinceramente não me ocorre nada tão estupido e umbiguista como o canal benfica....

 
At 11:31 da tarde, Anonymous myself said...

como já alguém postou... eu reafirmo a ideia.. este simples acto de postar o k nos vai na alma, sem este grande dia não era possivel!!

=D

 
At 12:11 da manhã, Anonymous Marco said...

Sempre, mas já é hora de se fazer uma homenagem aqueles que perderam muita coisa com o 25 de Abril, e que são inocentes no meio de tudo isto.

 
At 1:12 da tarde, Blogger Miguel said...

Parabens, foste dos poucos blogs por onde passei, que vi a referência ao Dia da Liberdade.
Como refere o José Gil: "É a não-inscrição no real".
Deixo-te uma pergunta:
Se estivesses na rádio e aparecessem uns militares de arma na mão a tomar conte da rádio, como reagias?
Um abraço.

 
At 4:36 da tarde, Blogger Rita said...

o 25 de abril so foi bom para alguns. Porque é que ninguém fala das pessoas que perderam tudo e que tiveram que recomeçar do 0?!
é por tudo aquilo que os meus pais pais, familiares e amigos passaram graças ao 25 de Abril de 1974 que esta data não me diz nada. é apenas mais um feriado!

 
At 4:51 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Mas olha Rita... se não fosse o 25 de Abril de 74, nem sequer poderias dizer nada... Mesmo que quisesses dizer alguma coisa... Estranho né?

Marta

 
At 4:54 da tarde, Blogger Rita said...

se calhar as coisas deviam ter sido feitas de outra maneira...

 
At 5:42 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Se o Salazar cá andasse, isto não andava assim....

 
At 9:08 da tarde, Anonymous mourisca said...

n era nascida em 74 e às vezes parece que arroto postas de pescada sobre esta data... que nos esticamos por esta ou por aquela razão, q passar de um extremo p o outro n é o ideal, q deviamos ter feito melhor, que podiamos hj ser melhores... mas averdade é que se n fosse este dia... eu n estaria aqui a falar disto assim... e ate tinha medo de dizer o q fosse... logo eu... q adoro falar!!
obgd pela liberdade que nos vai guiando!

ps - sr ribeiro, descobri o teu blog por acaso... gosto!!! vou ca voltar!

 
At 9:29 da tarde, Anonymous Marco said...

mourisca: agora só podemos fazer exercicios de futurologia passada, mas um facto que temos de ter em conta é que o Marcelo Caetano, estava a fazer a transição da ditadura para uma democracia, se estava a ser lenta é capaz de ser verdade, mas estava a ser feita. Eu também não sou daqueles tempos por isso só falo daquilo que me contam, e daquilo que leio.

 
At 4:21 da tarde, Anonymous FalcÃO perEgrinO said...

Liberdade onde vais parar, neste mundo que nao é teu...

 
At 7:21 da tarde, Anonymous Raquel Oliveira said...

Se o Salazar cá andasse isto não estava assim? Ah pois não. Para começar não tinhamos net em casa, logs davam direito ao Forte de Peniche a não ser que falasse bem da familia e da Pátria. Sair à rua só sozinho, porque mais de 3 pessoas juntas na rua e lá vinha aquela policia fofinha de nome PIDE que torturava os senhores maus que só queriam aquilo a que tinham direito.
Eu juro que não consigo perceber as pessoas que dizem que com a ditadura estavamos melhor. Não vejo onde está o sentido nisto. Dizem que há mais emprego. Oh pah, as pessoas mal ganhavam para alimentar a familia e trabalhavam o dobro do tempo sem as minimas condições. Não havia tanta violencia? Havia, tinhamos a PIDE, mais violento que isso não sei. O país estava melhor? A época era outra e mesmo que estivesse economicamente mal, jamais iam dizer!
A única coisa boa que eu vejo na diatdura foi o 25 de Abril! Eu só tenho pena de não ter vivido nesse dia.
Percebo que muitas pessoas perderam tudo e tiveram que começar do nada, não consigo imaginar como é passar por isso. Só acho que estariam pior se continuassemos como estavamos.

 
At 12:31 da tarde, Blogger Nelita said...

Sempre !!!!
e cada vez melhor ...de preferencia...
beijo bom fds

 
At 3:56 da tarde, Anonymous sofia said...

25 de abril sempre ou até quando?
até haver memória física dos tempos da ditadura. depois, mais um feriado que todos aproveitaremos para descansar sem pensar no que aconteceu naquele dia. os portugueses têm a memória curta!

 

Enviar um comentário

<< Home