sexta-feira, abril 21, 2006

Nostalgia

Vai voltar a tocar em Portugal, e em sítios pouco óbvios, tipo Baixa da Banheira e Tomar, o grande Lloyd Cole. É verdade que há muitos anos que ele já só tem uma certa grandeza, em termos de popularidade, aqui em Portugal. Mas até por isso é sempre um prazer aconchegante recordar aquelas canções, que marcaram a juventude. Por alguma razão, quando penso em Lloyd Cole penso no Liceu de Oeiras...
E de todas as canções, uma. A canção dos Lloyd Cole & the Commotions. A canção.


Forest Fire

She crossed herself
as she put on her things
She has promised once before not to live this way
If she don’t calm down
she will burn herself out

Like a forest fire, well doesn’t that make you smile
If you don’t slow down, I swear that I’ll come round
And mess up your place, let’s go for a spin
They say we shouldn’t even know each other
And that we’ll be undone

Don’t it make you smile like a forest fire
I believe in love, I’ll believe in anything
That’s gonna get me what I want and get me off my knees
Then we’ll burn your house down, don’t it feel so good
There’s a forest fire every time we get together

Hey pick you up, put you down
Rip you up and spin you round
Just like we said we would
’cause we’re a forest fire

Believe you me, we’ll tear this place down
If we get caught in this wind
then we could burn the ocean
If we get caught in this scene
we’re gonna be undone
It’s just a simple metaphor, it’s for a burning love
Don’t it make you smile
like a forest fire.

9 Comments:

At 10:04 da manhã, Anonymous marisa said...

pedro, hoje associou um crédito bancário ao Leroy (não bem como se escreve) mas o actor que deu vida a esta personagem morreu há alguns anos ...de sida...

 
At 10:05 da manhã, Blogger BlueAngel said...

De facto, em Lloyd Cole aviva na minha memória os tempos que passei na Escola Secundária da Amadora e as suas festinhas. Grandes tempos...

 
At 10:36 da manhã, Anonymous Bruno Alexandre said...

Bom dia P.
Caramba, td isto é um prazer aconchegante mas e o que dizer da extraordinária surpresa que deram à ouvinte do passatempo Disneyland Resort Paris ? Que momento fantastico e eu nem sequer recebo comissão por tar aqui a realçar isto. Grd " comoção "!
"Rádio Comercial sempre no ar, sempre consigo"

Saudações Benfiquistas

 
At 11:53 da manhã, Blogger Rui Tomás said...

Oh P, desculpa, mas A canção do Rattlesnakes é o "Are you ready to be heartbroken?". Que grande música!

 
At 8:25 da tarde, Blogger nudi said...

ops...n faço puto ideia de quem é este senhor...mas relativamente ao post, o liceu de oeiras lembra-me o cafe "bule ingles" que fica la ao pé e é mta porreirinho!!peço desculpa mas este post n me diz mais nada...
divirtam-se
vans

 
At 9:19 da manhã, Anonymous Joao007 said...

Pedro
Não gostei!
A minha Baixa da Banheira pode ser um sitío ermo: situa-se na periferia de Lisboa, é servida por duas pontes sobre o rio Tejo; uma hora de carro é mais que suficiente chegar a Lisboa, isto sem ser em hora de ponta. Vês alguma semelhança com a Parede?
Mas gostava de te convidar a fazer uma visita aqui ao "pueblo", é aconselhavel deixares o telemovel e a carteira em casa mas isso sao details.
Agora a grande razão pela qual muita boa musica portuguesa tem sido tocada nesta vilória nos últimos tempos prende-se com o novissimo e fenomenal auditório José Manuel Figueiredo, foi aqui neste espaço que os Humanos fizeram os ensaios que antecederam a tournee pelo país, não tenho a certeza se também serviu para preparem a gravação do disco.
De resto: Xutos & Pontapés, Sara Tavares, Mafalda Veiga, Sérgio Godinho, David Fonseca e muitos outros que a memória não me permite escrever aqui. Só encontro um ponto negro do cartaz destes últimos dois anos: uma emissão do Levanta-te E Ri.

Fica aqui o convite pessoal para vires assistir dia 14 de maio ao espectáculo musical com Lloyd Cole. Ofereço-te o jantar.

Deixo-te o link para a programação do Auditório:

http://www.cm-moita.pt/cmm/forumbb/programa.pdf


Para sempre um "fão" da piada ribeirinha.

Joao
mr.joao@gmail.com

 
At 10:19 da tarde, Blogger Just a blog said...

Apesar do tempo e da idade ainda sabe bem ouvir Lloyd Cole em expecial os temas antigos com os Commotions

 
At 10:06 da manhã, Anonymous a aranha said...

grande pedro, desde q tomaste conta da comercial q ando pra te dizer q deves sentir-te orgulhoso. É q tu és top! Tu viraste a comercial de do avesso. Essa cena estava a... agonizar e tu não lhe deste anestesia... deste-lhe uma dose q provocou uma ultrapassagem "indecente" da concorrencia!
E por muito q isso seja trabalho de dir. de programas, a verdade é q o forte do trabalho saiu do programa da manhã, que fazes sozinho!! Por isso, man, muitos parabéns! Quantos seriam capazes do mesmo??
Quanto ao Lloyd Cole... hmmm... ele não virá só com um repertório recente, muito folkzinho, sem recordar os hits dos 80?? Pode dar em desilusão...

 
At 5:18 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Pois tb para mim Lloyd Cole me lembra o liceu, o meu o de Queluz. E as noitadas de juventude a ouvir o "My bag". E para embalar "From the hip"... Mas mesmo a solo, logo no 1º albúm temos o inesquescível "Loveless" com aquele som da bolinha a saltar... Baixa da Bainheira, aqui vou eu! (assim os meus filhos o deixem...)Alexandra ( não tenho blogger id, ainda sou do tempo das aulas de dactilografia como disciplina escolar...)

 

Enviar um comentário

<< Home