sábado, janeiro 07, 2006

Temos Homem !


O Expresso começou hoje a publicação das crónicas deste senhor. Começa, ao seu estilo, com uma crónica que faz o retrato fiel do que é este país em que vivemos. Não é uma crónica, é um rolo compressor. O homem que ,amavelmente , recusou o convite para ir às Conversas Ribeirinhas, alegando que "estava farto de si próprio", continua a ser dos poucos cronistas portugueses que não se esconde. Podemos concordar ou não com o que ele escreve, mas isso é certo: ele não se esconde.
Numa semana o Expresso melhorou incrivelmente, não só por esta crónica como, por exemplo, pelo regresso de Miguel Esteves Cardoso.
Sábados de manhã, em bom.



16 Comments:

At 1:59 da tarde, Blogger Daniel Pereira said...

É o maior!

 
At 2:37 da tarde, Blogger Cristina said...

Já não era sem tempo, já não se aguentavam, os outros ;)

 
At 2:47 da tarde, Blogger SoNosCredita said...

Talvez as minhas 'compras' semanais se estendam ao Expresso, além da Visão...

 
At 3:10 da tarde, Anonymous Carriço said...

A de hoje começa logo a "dar para as pernas". Fortemente. Esta semana saiu a fava ao PS. Vamos esperar pela semana que vem! :)

Saudações

 
At 7:19 da tarde, Blogger Mandela said...

MEC reina. MST? Nem tanto...

 
At 8:46 da tarde, Blogger manda-chuva said...

Promete-lhe que não vais falar de futebol e ele aceita o convite. Ou então, promete-lhe que vais falar muito de futebol e ele aceita também. Agora o meio-termo, para ele, é que não dá...
Um brilhante interpretador do mundo só podia ser portista!

 
At 9:32 da tarde, Blogger Alma said...

Ainda não li a crónica de MST.
Reconheço-lhe, como a outros e tal como a eles não concordando com a maioria das suas opiniões, uma coerência e independênica pouco comum no panorama da opinião em Portugal.
São sem dúvida as suas maiores qualidades.

 
At 12:51 da manhã, Blogger Eu said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 
At 2:01 da manhã, Anonymous David Aames said...

Bola pr'o pinhal!
Lá se foi a esperança de ver o "meu" MST na "minha" Radical.

 
At 11:07 da manhã, Blogger Eu said...

Sendo leitor assíduo dos seus artigos de opinião n’A Bola (publicados às terças-feiras e disponíveis online às quartas), idolatro o modo como escreve - e só por isso Eu “lhe perdoo” a falta de imparcialidade que, por vezes, tolda o conteúdo.

 
At 11:10 da manhã, Blogger Miguel said...

só é pena o expresso online não disponibilizar as crónicas gratuitamente... o MST era um dos motivos porque eu comprava sempre o Público às sextas, agora já só tenho um motivo: o Inimigo Público, o que já começa a ser um bocado pouco.

 
At 2:31 da tarde, Blogger Jorge M. said...

Depois destes dois "monstros" no Expresso, só falta mesmo o grande Pedro Ribeiro. Vamos ter esperança e esperar que o criador deste blog ainda nos ofereça umas crónicas semanais no Expresso. Mesmo que seja daqui a muito tempo!

 
At 3:26 da tarde, Blogger MB said...

MST é insuportável quando fala de futebol (defende o indefensável, sendo do mais faccioso que existe, não passando uma semana sem atacar o Benfica).

Mas quando fala do resto até dá para ouvir/ler. Sobretudo se fala de viagens!!

 
At 4:07 da tarde, Blogger Joaquim Varela said...

Só é pena este tipo ligar ao Futebol, porque aí é disparate a eito e facciosismo do piorio. Aí ele para além de defender o indefensável, vê por vezes, aquilo que mais ninguém vê.

Tento retirar vezes sem conta as minhas lentes vermelhas, mas mesmo assim, a coisa é muitas vezes incompreensível. É uma azia em tons de vermelho que já nem espanta. Não deixa de ser Futebol, aquela coisa quase irracional e inexplicável, mas eu jamais me atreveria a defender o meu clube daquela forma doentia.

 
At 10:06 da tarde, Anonymous florida said...

eu não gosto do MST
e então quando lhe dá para o futebol!!!

 
At 9:13 da tarde, Blogger Bárbara Vale-Frias said...

Se gosta do Miguel de Sousa Tavares e se leu o Equador, acho que vai gostar de ler um texto meu, escrito em Abril do ano passado. Espreite ;)

http://cokas.blogspot.com/2005/04/quarto-na-linha-do-equador.html

 

Enviar um comentário

<< Home